O seguro de acidentes pessoais é um dos “braços” dos seguros de pessoas e garante ao segurado ou aos seus beneficiários uma indenização caso aconteça um acidente que cause invalidez permanente, seja parcial ou total, ou morte.

Esse tipo de seguro cobre acidentes que acontecerem de forma súbita ou violenta. O sinistro, no caso de acidentes pessoais, é caracterizado pelo acidente e não pelas consequências – isso tudo é especificado no contrato do seguro.

Já doenças profissionais não têm cobertura, mesmo que provocadas por acidente pessoal, assim como também não têm cobertura complicações resultantes de tratamentos médicos e cirurgias, quando essas não forem consequências de acidente pessoal.

Como funciona o seguro de acidentes pessoais

Contando com a colaboração do Administrador e Consultor de Seguros Hallison Santana, da Nordeste Seguros de Bom Jesus da Lapa, abordaremos a seguir como funciona esse tipo de seguro.

Seguro de acidentes pessoais x seguro de vida

Qual a diferença entre seguro de vida e seguro de acidentes pessoais? A diferença é basicamente que o seguro de vida é mais abrangente, garante uma indenização em caso de morte natural ou acidental, já o seguro de acidentes pessoais paga somente casos de invalidez ou morte por acidentes (pessoal coberto pela seguro).

Com relação a valores, o de acidentes pessoais tem um valor menor, pelo fato de ter uma cobertura bem específica. Outra vantagem é que o valor não muda conforma a idade o segurado, como acontece com o seguro de vida, que é variável.  O que eles têm em comum é que o capital pago é isento de impostos e não entra responde à dívidas deixadas pelo segurado.

O seguro de acidentes pessoais está disponível para pessoas acima de 14 anos e algumas seguradoras impõem limite da idade para a contratação, entre 65 e 70 anos.

Tipos de apólice de seguro de acidentes pessoais

Há quatro tipos de apólices de seguro de acidentes pessoais:

  • a individual é contratada pelo próprio segurado;
  • a coletiva, que é contratada por um empresa ou algum outro tipo de organização, como sindicatos, associações e afins;
  • a não nominada, que é aquela que cobre eventos temporários, como shows e partidas de futebol;
  • a de passageiros, que costuma ser comercializada juntamente com o seguro de automóveis, cobrindo os  passageiros que se encontram no veículo.

Em linhas gerais, essas são as principais características do seguro de acidentes pessoais. Para mais informações, basta contatar a seguradora e tirar todas as dúvidas que por ventura ainda existam, bem como informar-se sobre valores, cobertura detalhada e sobre o que é necessário para a aquisição de uma apólice.