Péricles Itamar: O artista do Bom Jesus


Home  »  DestaquePersonalidades da Lapa   »   Péricles Itamar: O artista do Bom Jesus

Péricles Itamar: O artista do Bom Jesus

GRAÇAS AO CINEMATÓGRAFO
FOI CRIADO PELA AVÓ
CONHECER O MUNDO SEM SAIR DE CASA
MEU FILHO, VOCÊ ME AJUDA?
PARECIA UM SONHO
NEM PRODUÇÂO EM CINEMA, NEM CENOGRAFIA
SANTO DE CASA
COMO ALGUÉM
FOTOS DA TRAJETÓRIA DE ITAMAR

pericles itamar cardoso ferreira
Itamar nos estúdios da Globo

GRAÇAS AO CINEMATÓGRAFO, ganhava alguns trocados por dia. Funcionava assim: o menino Itamar improvisava um rolo de filme com papel de chiclete, colocava em uma abertura numa caixa de sapatos, inseria uma lâmpada na caixa e projetava um monóculo na parede.

A entrada custava 10 centavos. Era uma festa para as crianças que moravam perto e sobretudo para ele próprio: quando se fala de arte, o cinema foi a primeira grande paixão que teve. Autodidata, nunca fez curso na área, a curiosidade o guiava. Queria saber da história do cinema, como se fazia, como acontecia. Ele se define como um “cinéfilo doente”.

BANNER CHIQUINHO 900X600

FOI CRIADO PELA AVÓ, praticamente na porta da igreja. Escutava o ruído e via, interessado, as coisas sendo feitas. O terreno do divino, das romarias: aquele mundo lhe encantava. Estudou em colégio de freiras e a família sempre foi muito ligada às tradições. Um dos tios, Noé, aliás, ajudou na pintura do teto da abóbada do Santuário.

turma do colegio sao vicente itamar
Turma de Itamar, Colégio São Vicente, 2º degrau da direta para esquerda

Outro de seus tios, o tio-avô Lauro Cardoso, também teve uma enorme participação em como enxergaria o mundo. Dele, Itamar herdou não só um acervo, mas um jeito de ver a existência. Lauro era simples, humilde e tinha muito amor pela família; era homem de pouco estudo, mas levou a vida estudando, pois possuía grande afeição pelos livros.

Considerado uma enciclopédia viva em Bom Jesus da Lapa, Lauro costumava ser consultado como fonte de pesquisa para qualquer um que fosse escrever um livro na cidade, sobre o município especialmente. Certo dia, ele disse a Itamar que “um homem a quem falta amor pelas suas raízes, sua terra, sua gente, está perdido, não tem identidade“. Itamar sabia que nessas palavras havia algo de sagrado e levou-as consigo vida afora.

tio de pericles itamar lauro cardoso
Tio-avô Lauro Cardoso, a Tia Diva e Avó de Itamar

CONHECER O MUNDO SEM SAIR DE CASA foi perfeitamente possível através do que ele aprendia na escola. Como não podia deixar de ser, a Educação Artística mostrava-se fascinante aos olhos dele, mas também gostava de História, Geografia…

A professora Ivonildes que, para alguns podia até parecer austera e intimidante, foi sua maior incentivadora. Ela via que ele brilhava. Sendo aluno, estava em todas, fazia questão de participar de tudo.

alguns trabalhos da professora ivonildes bom jesus da lapa
Alguns trabalhos com a Professora Ivonildes

E o círculo familiar como um todo, além da avó, mantinha-se muito presente: a mãe, o tio Saturnino, o tio-avô, Lauro Cardoso… A vida de cada uma dessas pessoas foi difícil, mas para o menino Itamar não, porque eles não deixavam, se esforçavam, não queriam e desse modo foi feito: a Itamar proporcionaram muitas coisas que eles mesmos não tiveram.

MEU FILHO, VOCÊ ME AJUDA? Foi assim, com esse tom simples e doce, mas direto, que, sem saber, Dona Assunção conduziu Itamar a uma profissão que definiria sua vida. O ano: 1992. Ele já a admirava como uma artista de mão cheia.

Dona Assunção, muito amiga de sua família, era demais – tinha um senso estético apuradíssimo, sabia como ninguém dispor da beleza em um andor. Além de tudo isso, estava atenta aos momentos históricos e à vanguarda: em 1979, por exemplo, mandou fazer um andor com o formato da Catedral de Brasília, homenageando Oscar Niemeyer.

Itamar com Dona Assunção
Itamar com Dona Assunção

Natural de Juazeiro do Norte (CE) e morando em Bom Jesus da Lapa há décadas, coube a ela dar uma cara mais original, profissional e, ao mesmo tempo, alegórica, aos ornamentos que compunham as romarias. Depois de quase meio século dedicado ao Bom Jesus, Dona Assunção teve que retornar para a família dela, por questões de saúde, e Itamar seguiu o trabalho apoiando-se nela como inspiração.

PARECIA UM SONHO, mas, sim, Carla Camurati, em pessoa, estava ali. E não apenas ela: Edmara Barbosa, Regina Dourado, Camilla Pitanga, Nelson Xavier, Laércio Fonseca, Marcus Vinicius Cesar, Carla Regina, Eliana Café, Fábio Assunção, Daniel Oliveira, Ísis Valverde…

Itamar e artistas da Globo
Itamar e artistas da Globo

Para quem sempre teve genuína fascinação pelo mundo da Arte, e principalmente pela Sétima Arte, trabalhar com essas e outras estrelas de primeira grandeza, em filmes como “Espelho D’água – Uma viagem no Rio São Francisco”, “Narradores de Javé”, “Cinco Vezes Chico – O Velho e sua Gente” e da novela “Velho Chico”, “só podia ser Deus aprontando“, como diz Itamar.

É que a boa fama daquele rapaz de fala mansa e pausada, algo sorridente, um pouco tímido, espalhou-se pela região, de modo que se consolidou o hábito de chamar Itamar quando precisavam de um produtor no Nordeste.

Talvez isso se deva ao fato de que ele não é o tipo de pessoa que, a ferro e fogo, impõe suas vontades e ideias. Prefere se adaptar e viver a história. Essa fórmula deu tão certo, rendeu tantos trabalhos na área, que logo Itamar conquistou o registro profissional (DRT) como diretor de produção.

NEM PRODUÇÂO EM CINEMA, NEM CENOGRAFIA, nem decoração em eventos – o que ele mais gosta é de ornamentar igrejas, adornar os andores, revitalizar os espaços em que a fé transita. Para Deus, ele enfatiza, está disponível o tempo todo. Nesse trabalho, que realiza de forma voluntária, porque afinal não cobraria de quem lhe concedeu o dom de criar, Itamar se entrega totalmente.

Itamar confeccionando o andor do ano de 2000 e as duas procissões: Bom Jesus e Soledade
Confeccionando o andor do ano de 2000 e as duas procissões: Bom Jesus e Soledade

É uma espécie de experiência religiosa que requer dele pelo menos dois meses, tudo para ser agradável aos olhos Deus e dos devotos. Assim, ornamentar os andores do Bom Jesus e de Nossa Senhora da Soledade são vistos por ele como uma benção e um verdadeiro privilégio.

SANTO DE CASA não faz milagre. Bem, esse é o ditado, mas nem sempre ele se aplica e, em Bom Jesus da Lapa, Itamar é uma exceção, sem dúvida. O padre Carlos Benício, por exemplo, o apelidou de “O artista do Bom Jesus”.

Itamar gosta dos bastidores, do burburinho da Arte sendo criada, e, como tal, não é muito afeito a entrevistas, microfones, holofotes, mas ele ama esse reconhecimento por parte das pessoas do município.

Muita gente só o conhece “de nome”, pelo trabalho de excelência que faz na cidade. Então, saber que virou uma marca em Bom Jesus da Lapa, lugar que tanto valoriza, e que vão bater na sua porta quando se trata de Cultura e de projetos artísticos em geral, é uma das maiores distinções que, para ele, alguém pode receber.

Andor do Bom Jesus
Andor do Bom Jesus

COMO ALGUÉM que entende profundamente os caminhos da criatividade, Itamar conta que em se falando de Arte, o “antes”, ou seja, qualquer coisa que ainda não é o resultado final, parece uma bagunça, mas é isso mesmo, Arte é fuçar para ver no que é que dá.

Parece meio que um improviso? Parece, mas não é – o artista sabe que a obra já está ali, que depois de muito trabalho, de muito selecionar, vai encontrar o melhor e é isso que ele oferece ao público.

Desse modo Itamar vem trilhando sua existência: imagina, não planeja muito o futuro, mas tem fé nele, porque tem fé no Criador, Aquele que lhe deu seu próprio dom, de criar e alegrar as pessoas com a beleza daquilo que faz.

Itamar também resguardou o passado e o que aprendeu com sua trajetória. Talvez, justamente por isso, tenha conseguido preservar das intempéries da vida aquele menino que cresceu na porta da igreja, participativo, sociável, com os olhos cheios de vivacidade. Segue encantado com tudo.

Fotos que retratam o passado e o presente de Itamar

Quer conhecer um pouco mais sobre a história de Itamar? Criamos uma página com fotos que retratam a história de Itamar, alguns de seus trabalhos no cinema, na Igreja. Tudo muito bem organizado para você entender a importância do trabalho de Itamar para promoção da cultura em Bom Jesus da Lapa. Para ver essas fotos, clique no botão logo abaixo…

Você também pode saber um pouco sobre Itamar conferindo seus perfis no Facebook e no Instagram.

Deixe seu comentário logo abaixo sobre o que achou dessa publicação especial!

8 thoughts on “Péricles Itamar: O artista do Bom Jesus

  1. Ita é simplesmente fantástico e o talento dele, não se discute. Parabéns a vcs por fazerem essa matéria belíssima. Eu sou prima de Ita e sei desde sempre, que talento que ele tem, vai muito longe.
    Bj Ita

  2. Pensa numa pessoa disposta a ajudar, a servir, a fazer o bem? Este é o Itamar. Uma pessoa extremamente agradável, de mente aberta e de criatividade divina. Humilde, compromissado com os resultados em tudo o que faz.

  3. Ita é um talento indiscutivel, pessoa do bem, uma referência na cidade, amigo dos bons conselhos, um patrimônio da nossa cidade, poderia ficar o dia falando dessa pessoa iluminada. Abraços e merecidíssima matéria.

  4. É com muita alegria e principalmente GRATIDÃO A DEUS, ver essa homenagem linda e merecida a esse homem simples de coração gigante a quem carinhosamente chamo ITA. Isso é fruto de uma educação com princípios focados no AMOR ,RESPEITO E VALORES recebidos da sua querida VOZINHA,TIA NORMA …Também me sinto um pouquinho responsável pelo grande HOMEM que se tornou pois além de prima, tive a graça de conduzi-lo até a Pia Batismal, aos pés do Nosso BOM JESUS DA LAPA e me tornar MADRINHA de um menino que cresceu e hoje é para todos nós FAMILIARES E LAPENSES UM ÍCONE NA CULTURA, NA ARTE E NA FORÇA DO PROGRESSO PARA NOSSA QUERIDA BOM JESUS DA LAPA. PARABÉNS PÉRICLES ITAMAR CARDOSO FERREIRA, que Deus continue sendo a sua FORTALEZA em todos os seus dias. Um grande beijo da sua madrinha Beza pra você BELÊ.🙏 ❤😘

  5. Sem dúvidas um artista nato com grande potencial e muita imaginação. Uma carreira brilhante ao longo dos anos à que se dispôs. Parabéns Ita. Assim o conhecemos e assim será com todo carinho de sempre.

  6. Descrever “Pai Ita” isso mesmo, um pai. Um ser humano onde o coração não cabe nele, e o seu divino dom de criar/produzir, tudo em que Pai Ita toca se torna arte em vários aspectos. Merecedor de suas conquistas e de todos os elogios possíveis! Que São Miguel lhe guie e proteja sempre.

  7. Parabéns Ita pelo seu talento e amor pela arte. Nós lapenses temos orgulho de ter vc. O seu lado humano é incrível Parabéns sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.