As vantagens de ser um eletricista com CNPJ (MEI)


Home  »  EmpreendedorismoMateriais Elétricos   »   As vantagens de ser um eletricista com CNPJ (MEI)

Você é eletricista ou conhece algum amigo que seja? Então… no decorrer do texto, iremos abordar as vantagens de ser um eletricista com CNPJ, ou seja, um microempreendedor. Quer saber mais? Continue lendo…

No finalzinho de 2008 foi aprovada a Lei Complementar 128/8, que para muitos indivíduos esse acontecimento passou despercebido. Segundo especialistas, a lei altera o Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Além de oferecer grandes vantagens aos empreendedores, a grande novidade é a criação do MEI – Microempreendedor Individual, que passou a vigorar a partir de julho de 2009.

E com isso, praticamente todos podem ser Microempreendedores Individuais: cabeleireiros, ambulantes, camelôs, vendedoras de cosméticos, verdureiros, eletricistas e outros profissionais que vivem sem poder comprovar uma renda formal. Essa lei apresenta excelentes vantagens, já que empreendedores com pequenos negócios podem sonhar mais alto com um crescimento.

As vantagens de ser um eletricista com CNPJ (MEI)
Em Bom Jesus da Lapa é difícil encontrar um eletricista com CNPJ… aproveite essa oportunidade!

Vantagens ao se tornar um eletricista com CNPJ (legalizado)

As vantagens de ser um eletricista com CNPJ são inúmeras para quem deseja ter um negócio que funcione dentro da lei e com uma reduzida carga tributária. Em parceria com o Ponto do Eletricista em Bom Jesus da Lapa, buscamos informações para que você conheça algumas vantagens de se tornar um eletricista com CNPJ:

– Legalização do serviço e a declaração anual são feitas gratuitamente: tudo acontece de forma facilitada pelos contadores. Além da legalização do negócio ser grátis, a primeira declaração anual também é gratuita.

– Os impostos serão em valores fixos: dos R$ 56,15, que é o valor fixo, R$ 51,11 é para a Previdência Social – equivalente a 11% do salário mínimo – mais R$ 5,00 de ISS – Imposto Sobre Serviços e apenas R$ 1,00 de ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias.

– Garantem direitos aos benefícios da Previdência Social: os novos empresários terão direito aos benefícios da Previdência Social como aposentadoria por idade e outros auxílios.

– Terá personalidade jurídica própria: a empresa ao se registrar no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas poderá comprar, vender e até participar de licitações, podendo gerar uma renda extra que antes nem se poderia imaginar em obter.

– Emitirá notas fiscais: para todas as suas vendas, sendo obrigatórias somente quando houver venda para pessoas jurídicas, ou seja, para outras empresas.

– Poderá ter um empregado registrado: desde que este receba entre o salário mínimo e o piso salarial da categoria, pagando apenas mais 3% do salário do empregado, a título de Previdência Social.

– Fazer empréstimos bancários será possível: a partir da formalização da empresa, poderá fazer empréstimos bancários para crescer, com taxas bem menores que as praticadas para as pessoas físicas.

O que fazer para se tornar um eletricista com CNPJ?

Procurar um contador de confiança para tirar todas as dúvidas. Depois é só entrar na fila para ser um dos primeiros a fazer a sua empresa andar, sendo esse procedimento agora de forma legal.

É bom destacar que as regras valem para quem pretende ter faturamento anual até 36 mil reais no primeiro ano da empresa. De acordo com informações de especialistas, esse valor equivale a uma média mensal de 3 mil reais.

Mas mesmo que esse total seja ultrapassado, o MEI ainda poderá ser mantido no sistema do Simples Nacional, que também oferece inúmeras vantagens para pequenos empresários.

Por mais que seu negócio seja pequeno, jamais pense como ele. É preciso pensar como um grande empresário. As dicas abordadas pelo Central da Lapa, em conjunto com o Ponto do Eletricista, têm como função ajudar o empreendedor a persistir em seus sonhos.

Em Bom Jesus da Lapa, por exemplo, é difícil encontrar um profissional eletricista com CNPJ, dentre os quais podemos citar o eletricista Willians Maia, da WM Serviços Elétricos (que inclusive emite Nota Fiscal Eletrônica) e Orlando Selck.

Publieditorial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.