Bom Jesus da Lapa, embora seja uma cidade de tradição, tem crescido cada vez mais, o que atrai mais turistas, além de gerar para a população local muito mais qualidade de vida. A cidade também consegue gerar para seus habitantes uma educação de base, e por agora, mais tipos de melhoria ainda estão por vir, no quesito educação. Passamos a abordar o Desenvolvimento em Bom Jesus da Lapa.

O Desenvolvimento em Bom Jesus da Lapa está bem visível

A cidade com pouco mais de 80 mil habitantes, atualmente, tem se desenvolvido nos âmbitos econômicos, intelectuais e culturais. Bom Jesus da Lapa, que cresceu a sombra do santuário, tem hoje a construção da ferrovia oeste-leste que promete contribuir fortemente na economia. Sendo que a ferrovia irá beneficiar principalmente o escoamento da produção agrícola, em especial o setor de frutas, que é bastante forte na cidade.

Outro fator importante de impacto no crescimento cultural e econômico da cidade é a chegada da UFOB (Universidade da Bahia), em Bom Jesus da Lapa, assunto este que tem sido muito comentado por moradores locais. A universidade trará cultura e crescimento econômico à cidade e os jovens não precisarão largar suas famílias, indo longe em busca de seus sonhos.

Sem contar que em solo lapense, a faculdade será implantada em um antigo colégio da região: o Colégio São Vicente. O colégio criado na década de 40 pela igreja católica é um templo da educação na região. Segundo os moradores e o Pe. Roque Silva, a igreja sempre foi referência na educação e o colégio se desenvolveu grandemente na cidade. Sendo que, a escola também gerou emprego para os lapenses, como para a professora Solange Bernadete, que lembrou dos tempos em que atuou lecionando e concomitante como vice diretora.

Segundo a arquiteta lapense, Maria Carolina, responsável por obras como na Catedral nossa Senhora do Carmo, que estudou em outras cidades e retornou para a cidade natal, a chegada da UFOB vai dar mais oportunidades às pessoas. Segundo ela:

as pessoas sempre saem para se formar em outras cidades, mas acabam voltando às suas cidades de origem. Salientou que a tendência é grande de se viver em cidades pequenas que tenham universidades agregadas. As cidades pequenas são menos violentas que as cidades grandes e, com bom crescimento, conseguem produzir qualidade de vida, sem também altos custos. Devido a isso, existe a forte tendência de jovens estudarem fora e voltarem, posteriormente, para Bom Jesus da Lapa.

Com isso, podemos observar o quanto o desenvolvimento em Bom Jesus da Lapa tem beneficiado sua população, bem como as futuras gerações também poderão se beneficiar. Uma cidade que cresce economicamente, mas não perde suas essências tradicionais, religiosas e culturais só tem a ganhar!

Referências: Especial Santuário na TV Aparecida Parte 1, Parte 2 e Parte 3.