Um reator eletromagnético é um aparelho auxiliar que tem como função dar partida estabilizada e firma às lâmpadas fluorescentes, sem que haja cintilação em nenhum momento. Se esse reator, a lâmpada irá exigir mais corrente até que queime. O reator limita a corrente ideal para o perfeito funcionamento da lâmpada.

O funcionamento de um reator eletromagnético

Um reator eletromagnético é formado por uma bobina de fio de cobre que envolve um núcleo de material ferro-magnético. Para fazer a lâmpada acender esse conjunto é ligado à rede elétrica, que faz circular a corrente elétrica pela bobina de fio de cobre o que faz gerar uma perda de energia em forma de calor, conhecida como perda JOULE, motivo que faz o reator esquentar.

O funcionamento de um reator eletromagnético

O reator limita a corrente ideal para o perfeito funcionamento da lâmpada.

De acordo com as normas ABNT, a temperatura máxima de funcionamento de um reator  é de 90º C e quando ele opera acima dessa temperatura, é hora de ser substituído, e isso indica que há algum defeito no produto ou que ele foi produzido inadequadamente ou com matérias-primas de baixa qualidade, colocando em risco a instalação e principalmente a segurança do imóvel e, é claro, dos moradores.

Um reator eletromagnético de baixa qualidade pode causar curtos-circuitos e até mesmo provocar incêndios, além de reduzir a vida das lâmpadas e starters, prejudicando toda a instalação elétrica em volta. Vale lembrar que prédios públicos e grandes empresas utilizam muito lâmpadas fluorescentes em sua iluminação, e qualquer acidente com essas lâmpadas pode significar colocar a vida de muitas pessoas em risco.

O starter é uma peça que produz um pulso e alta tensão que ioniza o gás da lâmpada. O funcionamento do reator de partida convencional requer o uso desse starter para armar o circuito no reator e aquecer os filamentos das lâmpadas. Quando os filamentos ficam aquecidos, o starter abre e o reator libera a corrente adequada de partida, limitando depois o fluxo desta aos valores corretos para o funcionamento adequado da lâmpada. Daí a importância e se utilizar um reator de qualidade, para que ele assegure que a partida seja segura e adequada à lâmpada.

Materiais Elétricos em Bom Jesus da Lapa é na Ponto do Eletricista

Tipos de reatores eletromagnéticos

dois tipos de reatores eletromagnéticos: o de partida convencional (com starter) e o de partida rápida.

O reator de partida convencional precisa do uso do uso de starter ou de um interruptor manual para armar o circuito no reator e aquecer os filamentos das lâmpadas.
Já os reatores de partida rápida liberam os níveis adequados de energia para que os filamentos das lâmpadas aqueça continuamente. por meio de pequenas bobinas de baixa tensão, que reduzem as exigências de tensão de circuitos abertos para partida e aceleram o intervalo de partida. Geralmente é preciso que o sistema esteja aterrado para que, através do efeito capacitativo entre a lâmpada e a luminária, sejam descarregadas à terra as cargas estáticas que se acumulam ao longo do bulbo da lâmpada fluorescente.

Precisando de reatores? Vá até a loja de materiais elétricos Ponto do Eletricista de Bom Jesus da Lapa e lá você encontrará uma completa linhas de reatores de todos os tipos e aplicações. Caso fique com dúvidas com relação à qual comprar, a equipe de vendas lhe ajudará, orientando o reator eletromagnético específico para a sua necessidade.

Publieditorial