5 fatores fundamentais na produção de materiais gráficos


Home  »  Marketing e ComunicaçãoSérie especial sobre Publicidade Tradicional   »   5 fatores fundamentais na produção de materiais gráficos

No texto anterior, falamos sobre O que é importante saber sobre materiais gráficos para publicidade. Dando continuidade ao assunto, vamos aprofundar em algumas especificações técnicas desses materiais para que você tenha uma produção gráfica de qualidade e não perca tempo nem dinheiro.

Produção de materiais gráficos: Os 5 fatores fundamentais

  1. Resolução de imagens

A resolução ou qualidade de uma imagem é medida pelo DPI, que significa dots per inch (pontos por polegada). Para que a impressão do seu material apresente fotos bonitas, com qualidade de cores e nitidez, é preciso que suas imagens tenham 300 dpi, caso contrário, elas perdem a definição e ficam embaçadas ou “pixadas”, quando aparecem uns quadradinhos nas bordas dos elementos.

É comum as pessoas baixarem fotos da internet para colocarem nos seus materiais, mas é preciso ter muito cuidado com isso. Ao baixar uma foto, normalmente ela vem com apenas 72 dpi. Considerando que para impressão gráfica é preciso 300 dpi, dá para se ter uma ideia do quanto de qualidade a imagem perde.

Resolução de imagens

Mesmo que na tela a imagem pareça boa, a resolução de tela é bem diferente da resolução no papel e se esse fator for ignorado, pode acabar com seu material.

  1. Programas de editoração gráfica

[fusion_builder_container hundred_percent=”yes” overflow=”visible”][fusion_builder_row][fusion_builder_column type=”1_2″ spacing=”yes” last=”no” center_content=”no” hide_on_mobile=”no” background_color=”” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” background_position=”left top” border_position=”all” border_size=”0px” border_color=”” border_style=”solid” padding=”” margin_top=”” margin_bottom=”” animation_type=”0″ animation_direction=”down” animation_speed=”0.1″ class=”” id=””]

Também é muito comum as pessoas entregarem, em gráficas, materiais criados em programas como Word, Power Point, Excel e outros.

Primeiro, que será difícil alguma gráfica que aceite materiais fechados nestes programas e, mesmo que aceite, ele vai te cobrar mais caro porque irá entregar o arquivo a um profissional de design que vai colocar seu arquivo num programa de editoração e refazer tudo. O resultado será uma cobrança superior, um trabalho de qualidade editorial fraca e pode ficar completamente diferente do que você idealizou.

Programas de Editoração Gráfica

Faça suas artes em arquivos de editoração específicos, se não sabe utilizá-los, procure por um profissional na área ou tente aprender como usá-los, no Youtube tem vários tutoriais, pode ser algo divertido a se aprender. Alguns deles são: Corel Draw, Photoshop, Illustrator.

  1. Marcas gráficas

Se você quer se aventurar em fazer arte, prepare-se, tem muitos cuidados e peculiaridades que são fundamentais para o sucesso de um trabalho.

Se você solicitar o serviço a um profissional, não vá se assustar, mas a sua arte virá com algumas linhas no entorno e umas caixinhas com cores que você não havia solicitado. Tratam-se das marcas gráficas, a linha de corte, a sangria e a prova de cores.

A linha de corte serve para se ter uma ideia do espaço entre o texto ou imagem e o final do papel, é a marcação que vai dizer ao cortador na gráfica onde ele deve fazer o refile (corte).

A sangria é para facilitar o corte e melhorar o acabamento do material gráfico. Evita que o material venha com bordinhas brancas indesejadas ou que a gráfica corte seu material mais para dentro e elimine informações importantes. A prova de cores é um teste para verificar a tonalidade e se a impressão está correspondendo.

[fusion_builder_column type=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”no” center_content=”no” min_height=”none”]

Linha de corte, sangria, marcas gráficas
Imagem: Paulos Design Interativo
  1. Texturas e efeitos

Tem gente que acha lindo aqueles fundos em degradê, com efeitos, texturas, sombreados… Cuidado! É uma caixinha de surpresas… Às vezes, você faz e o resultado é lindo, mas às vezes é um desastre. Isso vai depender do modo de finalização do arquivo. Se você não sabe como finalizar ou está trabalhando com um profissional inexperiente, é melhor não arriscar e ficar com as cores sólidas.

Claro que você pode solicitar uma prova para a gráfica antes de iniciar a produção final, mas nem sempre isso é possível.

  1. Erros de português

Não há nada mais desanimador do que ler um folheto com um erro de português, parece que perdemos completamente o interesse pelo produto anunciado. Leia, releia, leia de novo e de novo. Quantas vezes for preciso.

Na internet é fácil corrigir qualquer erro de escrita, mas no impresso é dinheiro jogado fora.

E não é só em relação a erros de ortografia, mas também de conteúdo. Acontece de num folheto de mercado um anúncio de produto estar com o preço de oferta errado. E aí? O prejuízo pode ser grande.

produção de materiais gráficos

E isso tudo é só uma pequena parte do que é a produção gráfica. Sinto muito, mas é uma área bem complexa e o que está em jogo é o seu dinheiro, o valor que investiu. Por isso, é importante estar bem atento a todos os detalhes e sempre procurar fazer tudo de forma profissional para que se tenha um bom resultado estético e de qualidade que gere um retorno de clientes que se espera.

Dúvidas? Entre em contato. Muitas dúvidas? Talvez seja o caso de procurar uma agência de publicidade, mas prepare-se, o serviço não é barato. Algumas gráficas também fazem o serviço de criação, é válido fazer a consulta.

melhores empresas de publicidade em Bom Jesus da Lapa

Indicamos em Bom Jesus da Lapa a gráfica JP Serviços Gráficos, que trabalha oferecendo serviços gráficos com excelente custo-benefício, valendo a pena a visita para fazer um orçamento. Bom trabalho!

Dicas Essenciais de Marketing:

1 – 5 ações de marketing promocional para conquistar seus clientes
2 – Como identificar o público-alvo correto
3 – 5 dicas de marketing para gastar pouco
4 – Fabricar ou revender? os prós e contras de cada negócio
5 – Prestação de pequenos serviços agregado ao seu negócio (Em breve…)

Série especial sobre Publicidade Tradicional:

1 – Como ter mais eficiência na publicidade tradicional
2 – O que é importante saber sobre materiais gráficos para publicidade
3 – 5 fatores fundamentais na produção de materiais gráficos
4 – Publicidade em rádio e carro de som: como funciona?
5 – Comerciais de TV: como funciona?
6 – Publicidade externa: outdoors, busdoors e muita criatividade
7 – Painéis de LED para publicidade dão destaque e movimento a sua marca
8 – Como fazer o anúncio na mídia impressa para empresas
9 – Brindes publicitários para marcas que querem presença
10 – Boas maneiras na publicidade com faixas e cartazes
11 – Fotos corporativas: entenda o trabalho de um fotógrafo profissional

Série especial sobre empreendedorismo na Crise Econômica:

1 – Empreendedorismo em crise econômica
2 – Marketing em tempos de crise econômica
3 – Marketing e Publicidade vs Crise econômica: Investir ou se resguardar?
4 – Vale a pena a publicidade na crise econômica?
5 – Redução do marketing na crise econômica é sumir do mapa

Série especial sobre Marketing Digital:

1 – Saiba o que é marketing e coloque seu negócio a frente da concorrência
2 – Marketing digital: estratégias para quem está iniciando na web
3 – Marketing 3.0 e a forma de se relacionar com os clientes
4 – Marketing de conteúdo e a construção da sua história
5 – As vantagens do marketing de conteúdo para as empresas
6 – Como usar o marketing de conteúdo para aumentar as vendas
7 – Estatísticas comprovam que marketing de conteúdo gera resultados
8 – O que é Inbound Marketing, a nova tendência do mercado
9 – Vamos falar sobre blogs?
10 – Valorização da Marca com o seu Blog
11 – Hora de colocar o conteúdo certo no seu blog – Parte 1
12 – O conteúdo certo no seu blog – parte 2
13 – Empresas que utilizam as redes sociais têm mais visibilidade
14 – Facebook, a criação de uma página para a sua empresa
15 – Facebook Advertising, a criação de anúncios para sua empresa
16 – Twitter: o que é e como inserir sua marca
17 – Google AdWords e sua empresa no topo da página de busca
18 – Google AdWords vs Facebook Ads: Onde anunciar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *